Ansiedade ou tédio? O que você tem?

Ansiedade ou tédio? O que você tem?

Todo mundo hoje em dia sofre de ansiedade. Quantas vezes você ouviu de alguém “faço tal coisa porque sou muito ansiosa”? Várias não é mesmo? Mas de fato somos todos ansiosos e sofremos com isso como se fosse uma doença? A resposta é não.

Muitas vezes confundimos tédio com ansiedade. Na verdade, confundimos muita coisa com ansiedade, até mesmo mascaramos coisas que fazemos concientes com ansiedade. Não estou dizendo que as pessoas fingem ser ansiosas, mas muitas vezes justificamos atitudes que tomamos dizendo que é por causa da ansiedade, a campeã das desculpas é a “como muito”, “engordei muito” e tudo pela ansiedade. Mas e aí, você sabe como é sofrer de ansiedade ou de compulsão alimentar de verdade? Não adianta comer para passar o tempo e dizer que tem problemas de ansiedade, você mesmo lá no fundo sabe que isso é só uma desculpa. A ansiedade é algo que vem e você nem sabe que veio, algo que não deixa você pensar, que age por ela mesmo, que te tira o controle das coisas, te faz comer tudo que vê pela frente sem parar, mas comer mesmo, até o que você não gosta, devorar tudo que você gosta e comer o que não gosta quando as guloseimas acabam. Então se você parar no meio do dia e se sentir entediada e pensar que pode comer um doce, um chocolate ou uma bolacha, isso é tédio, e não ansiedade.

“Ai mas o fulano não responde minha mensagem”, “o tempo passa muito devagar no trabalho” isso é tédio. A gente come porque é gostoso, e se eu estou entediada, esperando por algo que demora, ou num momento ruim uma comida gostosa me dá a sensação de bem estar, certo? Isso não é ansiedade, nem compulsão alimentar, é só usar a comida como recompensa. E no fundo bem no fundo a gente sabe disso, mas não consegue resolver os problemas do jeito certo e desconta na comida.

Ansiedade de verdade mesmo, aquela que influencia na saúde física e mental vem acompanhada de muitos outros sintomas, suar frio, tontura, dor de cabeça, mal estar e muitos outros sintomas que podem variar de pessoa para pessoa. Então pense bem e analise sua vida e seus comportamentos antes de sair botando a culpa na ansiedade. Escrevo sempre com base nas pesquisas que faço, profissionais que consulto e casos que chegam até mim. Uma coisa que ouço muito é gente que vai ao médico, diz que come muito por ansiedade, o médico receita um calmante qualquer sem nem fazer exames e manda a pessoa pra casa. Na maioria dos casos a pessoa toma o remédio e não perde peso ou perde bem menos do que esperava, aí para de tomar e engorda muito mais. Sabe porque, porque você vai voltar a sentir o tédio, ou se preocupar com problemas pequenos do dia a dia e vai descontar na comida.

O que recomendo é que antes de achar que você engorda por um ou outro motivo, vá ao médico, mas vá e seja sincera, não adianta inventar situações, mentir pro médico só para ele te receitar um remédio que funcionou para sua amiga. Sua amiga não é você, então encontre a causa do seu problema e esqueça os problemas dos outros. Nos enganamos muito e vocês podem até ficar meio bravos comigo, mas sabem que no fundo é verdade, a gente tem coragem de ir ao médico pedir receita de um remédio que a amiga tomou, mas não tem o bom senso de ir ao médico ver o que está acontecendo com a gente e cuidar do jeito certo. Sabe porque? Porque a gente quer o fácil, o que a gente já sabe, o mais rápido, ninguém quer perder tempo, ou ter que fazer exames, e olha como somos irresponsáveis, corremos risco de prejudicar a saúde, pelo fácil e rápido. Dou conselhos no grupo que tenho no facebook o Dieta Emagrece e algumas pessoas que me pedem conselhos, as vezes se sentem ofendidas com minha sinceridade, mesmo que eu seja sincera com delicadeza. Ninguém quer ser contrariado ou ouvir algo que não espera, certo?

Então antes de botar a culpa do seu aumento de peso em algo que é uma doença, como a ansiedade, vá ao médico, faça exames, e descubra o que te faz engordar, ou que te faz exagerar na comida.

Eu sei que muita gente não tem condição de fazer um tratamento médico, e por isso posto muitas dicas aqui, para ajudar quem precisa de informações. Minha recomendação é ser muito sincero consigo mesmo, de verdade, eu sei bem o quanto comer é legal, então avalie se você desconta seus problemas na comida, e tente encontrar um meio de resolver o que te incomoda, seja tédio, tempo livre, trabalho e afins e realmente analise tudo que possa te incomodar e tente achar um meio de resolver, os problemas não se resolvem sozinhos, descontar na comida te faz se sentir bem na hora, mas e depois? Os problemas continuam e você acaba ganhando mais um, que é ganhar peso e talvez prejudicar a saúde. Se mesmo após fazer uma auto análise, ainda sim você achar que sofre de algum problema se stress ou ansiedade, recomendo procurar atendimento gratuito, se não conseguir pelo sistema de saúde público que é uma piada, tente por universidades, geralmente eles oferecem atendimento médico/psicológico gratuito, pode demorar um tempinho, mas pra quem precisa já é uma grande ajuda.

Outro conselho importante: não tenham vergonha de procurar um psicólogo ou terapeuta, cuidar de si é importante, e boa parte das pessoas fazem acompanhamento profissional hoje em dia. Noto que as pessoas já sabem como ter uma alimentação saudável, boa parte dos casos que chegam até mim são pessoas que levam os problemas do dia a dia pro prato, e nesse caso um psicólogo ou terapeuta é fundamental.

Quem se ama de verdade e quer ficar bem, se cuida. Cuidem-se!

Publicado em 20/07/2016

Categorias: AutoajudaDicas para emagrecerSaúde e bem estar

Conteúdo exclusivo no seu email

Cadastre-se para receber nosso conteúdo exclusivo