Pular para o conteúdo

Como diminuir sua gordura mudando alguns hábitos.

No início do novo ano, você quer perder o peso extra que ganhou com as festas de fim de ano. Portanto, recomendamos ficar longe da dieta milagrosa, que é apenas um remédio temporário, e implementar essas 13 mudanças em seu estilo de vida para perder peso.

Mastigue mais a cada mordida

De agora em diante, uma mudança muito simples que podemos implementar é mastigar cada garfada toda vez que nos sentamos para saborear uma refeição.

Como os cientistas da Universidade de Oxford concluíram, mastigar mais significa perceber mais sabor, melhor digestão e promover a saciedade, mesmo que você não coma alimentos, apenas mastigue.

Além disso, mastigar mais significa gastar mais tempo por refeição, o que ajuda a reduzir a ingestão de alimentos, conforme demonstrado em estudos de apetite.

Aumentar o consumo de água

A água deve ser a nossa bebida principal, mesmo que não pretenda perder peso, é apenas para a saúde e bom para o seu corpo.

Porém, aumentar a ingestão de água e beber água o suficiente para promover água suficiente pode nos ajudar a perder peso, pois muitas vezes confundimos sede com fome e procuramos comida, quando na verdade a água é suficiente para acalmar nosso apetite.

Frutas e vegetais têm muitos benefícios para o corpo, mas são particularmente úteis na redução da densidade calórica da dieta, ajudando-nos a perder peso sem saber.

Um aumento de apenas 100 gramas da ingestão de frutas e vegetais por dia é suficiente para causar perda moderada de peso após 6 meses, por isso é recomendado atingir e, se possível, exceder as cinco rações diárias recomendadas.

Mais atividade física

O autocontrole ou consciência ao comer é o primeiro passo para uma mudança efetiva para conseguir a perda de peso desejada.

Portanto, um passo importante que podemos dar é manter um diário alimentar ou registro, pelo menos pela primeira vez, este é um recurso para saber exatamente o que comemos, quanto e o que bebemos.

Podemos ver que comemos muito mais do que pensávamos e, graças aos registros, isso se tornou consciente e real. Então, pode ser necessário registrar ou manter um diário alimentar até sabermos quanto comemos e tudo o que colocamos na boca.

Gabriel

Gabriel

Especialista em crédito. Antes de mais nada, apaixonado por tecnologia! Bacharelado em Comunicação Social (Publicidade e Propaganda) e MBA em Gestão de Negócios.

Você também pode gostar ↓↓↓