Chá verde: quais são seus usos, benefícios e como fazê-lo

/

A nutricionista ensina a versão clássica e a receita do matcha, que é feita com o pó das folhas novas da camélia, e revela o teor calórico do copo e se há contra-indicações

O chá verde é uma das bebidas mais consumidas no mundo e é feito a partir das folhas, botões ou caules da planta Camélia (também conhecida como árvore do chá). O chá verde possui uma variedade de propriedades que foram estudadas, como anticancerígena (ou seja, atua no câncer), antiinflamatória, antibacteriana, antioxidante e, consequentemente, na prevenção e controle de doenças cardiovasculares, diabetes, e obesidade Além disso, também atua na saúde nervosa e bucal. A nutricionista Laís Gouveia listou uma série de benefícios da bebida e ensinou duas receitas básicas feitas em casa: uma com o chá verde mais comum, e outra com matcha, feito com folhas jovens de camélia, que protege o sol e depois vira pó. Matcha é amplamente consumido no Japão. Concentra mais cafeína, teanina e catequinas, o que ajuda a acelerar o metabolismo.

– De um modo geral, os principais ingredientes do chá são polifenóis, cafeína, minerais e vitaminas, aminoácidos e carboidratos. Os tipos de polifenóis presentes no chá variam com o grau de fermentação. O chá verde é composto principalmente de catequinas. Além disso, a cafeína nas folhas varia entre 2% e 5%, dependendo da idade das folhas, e as folhas mais jovens terão concentrações maiores – acrescenta.

Outra substância encontrada no chá verde é a L-teanina, por exemplo, ela desempenha um papel na cognição e no estresse junto com a cafeína. É importante notar que a composição do chá verde varia de acordo com as condições de crescimento da árvore do chá, como tipo de solo, condições climáticas, temperatura, etc.

Benefícios

Aumenta a sensibilidade do receptor de insulina e estimula a secreção de insulina, ajudando a controlar o açúcar no sangue e o diabetes;

Ao inibir a absorção de enzimas digestivas e gordura, reduz o risco de doenças cardiovasculares, reduzindo assim a circunferência da cintura, gordura intra-abdominal, colesterol, triglicerídeos e pressão arterial, que são todos fatores relacionados à saúde cardiovascular;

Potencial anticancerígeno, através da antioxidação, regulação do ciclo celular, regulação do sistema imunológico e controle da modificação epigenética;

O efeito na função cognitiva / cerebral, devido às propriedades antiinflamatórias e antioxidantes, protege os neurônios, porque os metabólitos do chá verde atravessam a barreira hematoencefálica. Portanto, usar L-teanina e cafeína para melhorar a função cerebral pode não apenas aliviar o estresse, mas também melhorar a concentração e o estado de alerta;

Tem efeito antibacteriano na maioria das bactérias orais, melhora a saúde bucal, previne o desenvolvimento e desenvolvimento de periodontite e melhora o mau hálito;

Ação durante o exercício: a maioria dos benefícios foi confirmada em estudos com animais, como o aumento da oxidação de gordura e melhora da capacidade de resistência durante o exercício aeróbico, o que não foi demonstrado em estudos em humanos. Também em animais, foi descoberto que a ingestão a longo prazo de chá verde pode aumentar a capacidade antioxidante e reduzir os danos musculares causados ​​pelo estresse oxidativo e exercícios de fadiga.No entanto, se o excesso de antioxidantes pode impedir a adaptação ao treinamento ainda é controverso;

Recentemente, em pesquisa celular, foi proposto que o chá verde EGCG pode inibir a protease 3CL, que é uma enzima essencial para a replicação do coronavírus, reduzindo assim a replicação do vírus e está sendo estudada como um potencial adjuvante para o tratamento de COVID -19.

– Apesar dos benefícios de tantos estudos, deve-se enfatizar que a maioria dos estudos não foi realizada em humanos, e mais estudos são necessários para comprovar esses benefícios. Portanto, tenha cuidado com o abuso do chá verde! -Lembre-se da nutrição.

Tem também matcha: uma espécie de chá verde em pó, existem diferentes métodos de cultivo, pois na maioria das vezes as árvores de chá crescem, os arbustos de chá são cobertos com esteiras de bambu para proteger as folhas da luz solar direta excessiva. Portanto, as plantas podem produzir mais aminoácidos e compostos biologicamente ativos, incluindo clorofila e L-teanina.

– Uma grande quantidade de L-teanina reduzirá o efeito estimulante da cafeína, terá um efeito positivo no trabalho cerebral, melhorará a função cognitiva, a concentração, o humor e poderá até baixar a pressão arterial – explicou Gouveia.

Quais são as calorias em uma xícara de chá verde

O chá natural não tem calorias. Porém, se o açúcar for adicionado com açúcar, mel, melaço ou algo semelhante, as calorias do chá dependerão da quantidade de produto usada para adicionar o açúcar. Por exemplo, duas colheres de chá de açúcar (10 gramas) podem fornecer 40 calorias. Lembre-se de que os adoçantes artificiais também não têm calorias. No entanto, os nutricionistas recomendam beber chá puro, o mais puro possível, e evitar adicionar açúcar, mesmo quando usar adoçantes não calóricos.

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
This div height required for enabling the sticky sidebar
Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :