Saiba aqui se você precisa de jantar? Aprenda como fazer melhor o jantar

/

Para muitas pessoas, o jantar pode ser um dilema, mesmo para quem não está de dieta. Há muitas dúvidas sobre se o jantar realmente vale a pena ou se pode ser pulado, porque há muitos relatos de que as pessoas se sentem “pesadas” no jantar. Dessa forma, passa a ter lanches mais leves ou, às vezes, a pessoa apenas dorme sem comer.

Segundo Daniela Cierro, vice-presidente da Asbran (Associação Brasileira de Nutrição) e nutricionista, é preciso analisar cada caso individualmente. “O peso dessa pessoa é adequado? O nível sérico (colesterol, triglicerídeos, açúcar no sangue) está dentro da faixa padrão? Ela tem um bom desempenho nas atividades diárias? Ela dorme bem? Então, se essa pessoa está de alguma forma Não “não sinta fome, ok. Torne-se parte de suas funções corporais.

Porém, se houver algum desses sinais, ela precisa procurar nutricionista ou médico para reajustar, pois pode haver descompensação ”, explicou Cierro.

Por outro lado, muitas pessoas fazem o contrário: comem muito pouco durante o dia e passam muita fome à noite (muita comida à noite), o que leva ao aumento de peso. A nutricionista médica Nadia Haubert disse que, para ter uma alimentação balanceada, o valor calórico do dia deve ser destinado a quatro refeições diárias. No entanto, o jantar deve ser leve.

“Alguns estudos mostraram que quando você compara uma refeição antes das 6:30 da noite com uma refeição às 10:30 da noite, você descobre que o corpo usa a mesma comida e o mesmo número de calorias de maneiras diferentes”, ele disse. Segundo a médica que ministra o curso de pós-graduação em nutrição em Abran (Associação Brasileira de Nutrição), a partir das 8 horas da noite, o corpo tende a se acumular mais na forma de gordura.

Por esse motivo, a estratégia de fazer uma refeição noturna mais cedo, por volta das 18h30, é interessante para quem quer perder peso.

Quão importante é o jantar?

O jantar, como outras refeições ao longo do dia, fornece um substrato – carboidratos, proteínas, vitaminas, minerais, gorduras saudáveis ​​etc. – para que nossos órgãos possam continuar a desempenhar suas funções vitais, mesmo quando dormimos. Ao jejuar por um longo tempo, o corpo retarda o processo metabólico e o reserva na forma de gordura para sobreviver quando o alimento é escasso. Pode causar sobrepeso, obesidade, diabetes e outras doenças.

É normal não sentir fome à noite?

É importante distinguir entre fome e saciedade. A fome é caracterizada por uma série de sensações causadas pela necessidade de alimentos, que fazem com que o indivíduo consuma energia devido à necessidade de energia. Já a saciedade é determinada pela sensação consciente de cessar a fome, ou seja, quando o indivíduo não precisa ou não quer comer.

“Durante o dia, as sensações alimentares (fome e saciedade) mudam com as mudanças na ingestão de alimentos. Então, por exemplo, pode acontecer quando uma pessoa faz uma refeição farta e / ou é rica em gordura e proteína. Rebecca Peixoto, nutricionista e O professor de nutrição clínica da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) explica que se a refeição for feita antes do jantar, o indivíduo pode não sentir fome em horários normais.

No entanto, se não forem identificados fatores que possam provar que não há fome de longo prazo, é importante buscar a intervenção adequada de um nutricionista e / ou médico.

Posso ir sem jantar?

O número de refeições ao longo do dia e a distribuição do tempo variam de pessoa para pessoa – necessidades nutricionais, atividades diárias, etc.

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
This div height required for enabling the sticky sidebar
Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :